quarta-feira, 27 de janeiro de 2016

Vida Saudável – 28 Mudanças Simples Para Transformar Seu Corpo e Mente

vida saudavel

Vida SaudavelVida saudável. Essas duas palavrinhas estão cada dia mais em alta. Muita gente ao redor do mundo busca cada vez mais um estilo de vida saudável, opções para se manter em forma e cuidar da saúde da mente.


Blogueiras e blogueiros compartilham esse “life style” pelas redes sociais, e todo mundo adora postar aquela foto na academia. Mas no fundo, o que é uma vida saudável? Como conseguimos conquistá-la? A vida pode ser 100% saudável?

O que é Vida Saudável?

Antes de saber como podemos conquistar a tão sonhada qualidade de vida e a saúde do corpo e da mente, precisamos ter consciência do que é na verdade uma vida saudável. Pare e pense. O que é isso pra você?

As pessoas podem ter conceitos diferentes sobre o que é viver uma vida saudável, e eles podem e devem estar em constante evolução. 

Mas, de forma geral, precisamos pensar em vida saudável como um conjunto de comportamentos e hábitos que irão nos trazer bem estar, promover a saúde física e mental e, inclusive, trazer benefícios às pessoas ao nosso redor, com quem convivemos e trabalhamos; quando estamos bem, a nossa relação com o outro também melhora.

A partir disso, é preciso entender que o conceito não envolve, portanto, apenas dieta e exercícios, é preciso cuidar, além do corpo, da mente, do coração e, para os crédulos, da espiritualidade.

Achar um equilíbrio entre o profissional e o pessoal, entre o dedicar-se ao outro e a você mesmo, entre o essencial e o banal… Tudo isso faz parte de uma busca constante que vai trazer benefícios a curto, médio e longo prazo, com qualidade de vida e felicidade.

Quais os benefícios em adotar uma vida saudável?

Viver uma vida descontrolada pode ser bastante prazeroso para algumas pessoas, que aceitam aquele comportamento como estilo de vida e vivem bem com isso. Entretanto, dependendo de seus hábitos, a vida pode cobrar a conta em algum momento e aí pode ser muito tarde para mudar.

Mas se você deseja mudar, comece hoje. Grandes resultados são decorrência de anos de dedicação, e isso vale para todos as áreas da vida.

Não é preciso viver como em um quartel general, levando as coisas de forma extremamente rígida e radical, mas parar, pensar o que deseja para você no presente e no futuro e adotar hábitos que te farão chegar até lá é o que vão te trazer bem estar e qualidade de vida.

Por que adotar um estilo de vida saudável pode me ajudar? Podemos listar alguns porquês, mas não são os únicos.
  • Porque você vai se sentir extremamente satisfeito e orgulhoso quando alcançar algum objetivo;
  • Porque alcançar esse objetivo vai te motivar a trabalhar pelos próximos;
  • Porque você se sentirá melhor todos os dias, disposto e energizado;
  • Porque vai se sentir seguro das decisões que tomar;
  • Porque vai evitar que adoeça, o que traz sofrimento para você e sua família e o faz gastar rios de dinheiro para recuperar a saúde e perder preciosos dias em que poderia estar correndo atrás dos seus objetivos;
  • Porque você pode estimular toda a sua família a fazer o mesmo e ser mais saudável;
  • Porque a vida é uma só, e seu corpo é onde estará por toda ela. Aproveitar é importante, mas também é preciso cuidar para continuar aproveitando daqui 5, 10, 50 anos.
Como conquistar uma vida saudável?

Ninguém, ou quase ninguém, consegue ter uma vida totalmente ou 100% saudável. Estamos expostos todos os dias a agentes prejudiciais como poluentes, agrotóxicos, estresse… 

Mas o que devemos fazer é buscar ao máximo alternativas e hábitos que minimizem os efeitos danosos do ambiente – pensando em ambiente não só como espaço físico e natureza mas também como espaço social – e fazendo a nossa parte pelo nosso bem estar.

Algumas mudanças são bastante simples e exigem apenas que estejamos atentos à nossa saúde e tiremos um tempinho para nos dedicar a nós mesmos. 

Quando incorporar esses hábitos na sua vida, já irá fazer sem perceber, como uma coisa bastante natural.

Veja a seguir mudanças simples e que podem até parecer bobas e clichês, mas que muita gente não dá atenção e que te ajudarão a transformar o corpo e a mente e conseguir um estilo de vida mais saudável.

1) Beba água, muita água, mais água

Cada pessoa precisa a cada dia, de pelo menos 2 a 3L de água. Na verdade esse valor é maior, porém já estamos descontando o volume de água geralmente ingerido através dos alimentos sólidos, que também têm água.

Mais de 60% do nosso organismo é composto de água. A água é o meio em que todas as reações bioquímicas ocorrem no nosso corpo. É como o organismo elimina impurezas e transporta nutrientes.

Ingerir água em quantidades adequadas irá fazer você ter menos fome e reduzir o acúmulo de líquido e o inchaço e ainda melhorar a excreção e função renal. Por isso, regra número 1:beba água. 

Ah e não vale refrigerante cheio de açúcar, é água mesmo, aquela insípida, inodora e incolor. Leve sua garrafinha, caneca ou squeeze sempre com você, quando sair, para o trabalho, para a academia. Assim fica mais difícil esquecer.

2) Durma bem

Falta de sono causa cansaço, dificuldade de concentração, ansiedade, pode aumentar o apetite, envelhecimento precoce, enfim, uma coleção de fatores que não combinam com uma vida saudável. Portanto, regra número 2 é: durma bem!

Algumas pessoas precisam de mais ou menos horas sono, mas tenha certeza de cumprir a quantidade de horas que te faz sentir plenamente descansado e recuperado todos os dias. Em geral, para adultos, a quantidade de sono necessária diariamente é de 7 a 9 horas.

Programe-se para dormir mais cedo se preciso, ou encontre uma forma de poder acordar mais tarde, como mudar o horário de entrada no trabalho por exemplo.

3) Se exercite

Mais uma dica clássica né? Mas não dá para fugir. Seu corpo precisa se movimentar para se manter ativo e jovem. Movimento é vida. Pratique atividade física todos os dias. Sim, todos os dias, ou pelo menos quase todos. É claro que o corpo também precisa de um descanso.

Mas, a questão é: ser atleta de fim de semana não vale, e pode até aumentar o risco de ataques cardíacos por exemplo. Mesmo se não for à academia, saia para uma caminhada, escolha subir pelas escadas ao invés do elevador, faça escolhas simples que te colocarão em movimento.

É claro que um treinamento orientado por um profissional, regrado e frequente é a melhor opção. Mas se você ainda não se matriculou na academia ou tem horror à ela, vá ao parque perto da sua casa, vá de escada, vá na padaria a pé, enfim, não fique o dia todo no sofá com o controle remoto na mão. 

Esse já será um primeiro passo.

O exercício físico comprovadamente aumenta a expectativa de vida, previne várias doenças, mantém a densidade óssea e claro, ajuda a perder peso.

4) Escolha uma atividade física prazerosa

O segundo passo depois de sair da zona de conforto delimitada pelo seu sofá, é procurar atividades que sejam prazerosas para você.

Encontre um novo ou ressuscite dos seus tempos de escola, algum esporte que você goste. Isso ajudará a se manter no plano e não ir às aulas por duas semanas e nunca mais voltar, mesmo pagando o plano anual que contratou.

Você pode jogar vôlei na praia, formar uma turma para jogar futebol, nadar, fazer cross fit, musculação, pole dance fitness, yoga, diversos tipos de dança e lutas, stand up paddle, e até jogar rugby ou praticar le parkour.

Existem um milhão de possibilidades, dificilmente não existe nada no mundo que você não vai gostar de praticar. Faça um esforço.

5) Coma mais frutas e vegetais

Sim, chegamos na dieta. “Ai que coisa chata!”. Sim, para algumas pessoas, só de ouvir a palavra dieta já arrepiam o corpo todo.

Entenda que a palavra dieta pode ser usada apenas para se referir a uma alimentação saudável. Você não precisa contar calorias todos os dias, mas faça as melhores opções possíveis. Comer frutas e vegetais garante que você estará obtendo muitos nutrientes que o bife com batata frita ou o hambúrguer não vão te dar.

les são ricos em vitaminas e minerais que, acredite, são fundamentais para o seu organismo. Sem eles nossa saúde como um todo fica prejudicada, ficamos doentes mais facilmente, nossa imunidade baixa, perder ou ganhar peso se torna ainda mais difícil, enfim, coma de uma forma variada.

Não precisa comer um arco-íris em todas as refeições todos os dias, mas tenha sempre uma saladinha em casa, uma fruta na geladeira e quando comer fora aproveite a variedade e monte um prato colorido.

6) Elimine o açúcar da sua vida

Eliminar é uma palavra forte e, convenhamos, quase impossível de fazer. Mas se não conseguir eliminar, reduza ao máximo.

O açúcar é extremamente perigoso e o seu consumo em demasia leva ao excesso de peso e aumenta o risco de diabetes e doenças cardíacas entre outros malefícios.

Eduque seu filho desde cedo a não depender desse inimigo saboroso, bons hábitos se criam desde a infância.

7) Coma em pequenas porções

Coma várias vezes ao dia e em pequenas porções. Você vai perceber que com o tempo seu organismo se acostuma e essa tarefa vai ficando cada vez mais fácil. 

Você não irá comer em excesso na refeição seguinte porque estará com menos fome e já não vai conseguir comer exageradamente mesmo quando tentar. Opte claro, por lanches saudáveis entre as principais refeições.

8) Evite alimentos industrializados

Eles contêm todo tipo de substância sintética, como corantes, adoçantes, flavorizantes, conservantes, além de na sua maioria serem ricos em açúcar, ou gordura ou os dois.

Evite-os ao máximo. Prepare mais suas refeições, elas serão muito saudáveis e isso irá te ajudar a mudar a forma como encara a alimentação.

9) Reduza a quantidade de sal

Sal é vilão, mas apenas se consumido em demasia. Mas como facilmente consumimos muito mais sal (leia-se sódio) do que realmente precisamos, então quase sempre ele é vilão.

Nosso organismo precisa de sódio para as funções vitais. Quem pratica atividades físicas e transpira muito precisa ainda mais. 

Porém, a quantidade presente nos alimentos industrializados e as adicionadas no preparo dos alimentos quase sempre ultrapassa a quantidade saudável.

Utilize opções com menos sódio (sim, já existem sais light e tipos alternativos ao sal marinho comum) e experimente reduzir o consumo, aos poucos seu paladar se acostuma. 

O sal aumenta muito o risco de pressão alta, doenças cardíacas e até infarto. Cuidado com ele.

10) Leia a informação nutricional dos alimentos

Pode apostar que você vai se surpreender. Perigos ocultos por uma embalagem linda e chamativa podem estar te ameaçando sem você nem perceber.

Experimente olhar as calorias, quantidade de gorduras, de gorduras trans, de açúcar, de colesterol, enfim, todos esses que estarão indo direto para o seu sangue quando você comer aquela bolacha recheada que está tão acostumado ou até aquele suco de caixinha tão famoso que parece tão saudável.

11) Pare de comer quando estiver satisfeito

Se você também comete o pecado capital da gula, aqui vai a dica. Antes de tentar comer a churrascaria inteira pare, pense e sinta seu estômago cheio brigando com seu cérebro que quer tudo que seus olhos estão vendo. 

Faça seu cérebro entender a limitação do seu estômago, você não precisa comer tanto assim.

12) Tome ômega 3

Você pode também comer salmão. Mas tomar as cápsulas de óleo de peixe todos os dias pode ser bastante prático. 

O ômega 3, que é um tipo de ácido graxo insaturado essencial, ajuda a equilibrar a pressão sanguínea, faz bem ao coração e reduz a inflamação.

13) Cuide da saúde dos seus dentes

Não é só com a pressão sanguínea, a glicemia e doenças mais graves que você deve se preocupar. 

Cuide da sua saúde bucal, ela é tão importante quanto os outros órgãos e é com ela que você consegue a melhor ferramenta de aproximação com as pessoas, o sorriso.

14) Pare imediatamente de fumar

Nem precisamos listar aqui todos os malefícios do consumo de cigarros. Além de evitar mais danos à sua saúde física, a saúde do seu bolso também vai agradecer. 

Faça as contas do quanto gasta anualmente com maços de cigarros e veja o que poderia fazer com esse dinheiro. Viajar, comprar um novo celular ou ainda presentear alguém especial. Vale a pena? É difícil, todos sabem, busque ajuda e acima de tudo busque a força que precisa dentro de você mesmo.

15) Se for beber, beba com moderação (de verdade)

Tudo bem, isso não é propaganda de bebida alcoólica, mas lá a expressão “beba com moderação” só existe porque é obrigatória, porque, na verdade, o que querem é que beba mais e mais e mais.

Afinal, precisam vender, é o mercado. Mas o álcool, como o cigarro, também é extremamente prejudicial, afetando completamente seu metabolismo, podendo causar doenças e ainda te deixar com aquela barriguinha de chopp.

Claro que reuniões aos finais de semana com os amigos e a família geralmente são regadas a álcool, mas consuma com consciência, não jogue fora todo o seu esforço da semana. Uma boa taça de vinho, de vez em quando, também é uma boa pedida e pode até fazer bem à saúde.

16) Esqueça a balança

Sim, é isso mesmo produção. Não foque sua atenção em quantos gramas ganhou ou perdeu naquela semana. Expanda seu pensamento. 

Esteja bem consigo mesmo, com a sua saúde (acima de tudo) e mantenha o foco e dedicação antes de precisar estar bem com um número. 

Claro, é necessário acompanhar a sua evolução física também pela balança, mas não se torne escravo dela.

17) Reflita mais

Tire momentos para você. Antes de tomar uma decisão ou após uma conquista pare e reflita. Sobre a sua vida, sobre os seus objetivos, sobre quem deseja ser e quem realmente é. 

O que precisa fazer para chegar lá. Valorize suas qualidades e identifique as fraquezas. Olhe pra dentro, se conheça e então estará pronto(a) para conhecer o mundo e lutar pelo que é importante para você dentro dele.

18) Mande embora os pensamentos negativos

Negatividade não resolve nenhum problema. O que resolve problemas são motivação e planejamento. Não se trata de viver idealizando as coisas sempre como perfeitas e depois se frustrar. 

Trata-se de saber que a dificuldade existe, mas também saber o que precisa fazer para enfrentá-la, mantendo a esperança de que pode dar certo. E ainda existe a teoria que de pensamentos bons atraem coisas boas, e vice-versa. Não arrisque.

19) E as pessoas negativas também

Com certeza você já vai ter dificuldade o bastante lidando com a sua própria negatividade, você não precisa manter ao seu redor pessoas assim.

20) Aprenda a dizer não

Você não pode agradar a todos nem abraçar o mundo. Entenda que você também tem limites e precisa respeitá-los para respeitar a si mesmo. Saiba dizer não àquilo que realmente não te faz bem, que você não tem tempo ou capacidade física, mental ou financeira para fazer. Isso pode ser libertador, experimente.

21) Saia mais

Conheça sua própria cidade, conheça lugares novos, viaje, conheça pessoas e culturas. O mundo lá fora é grande demais para se fechar no seu próprio mundo.

22) Sempre aprenda algo novo

Mantenha o seu cérebro ativo, pronto a receber coisas novas. Faça cursos, aprenda a tocar um instrumento, a surfar, a fazer artesanato, a fotografar, a fazer um bonsai… opções não faltam.

23) Encontre um “parceiro de vida saudável”

Se tiver essa grande sorte, essa missão pode ficar bem mais fácil. Encontre alguém que te faça companhia nas suas “loucuras” de vida saudável, que te ponha para cima, que te ajude a manter o foco. Pode ser o marido/esposa, um filho, um amigo, os pais, um parceiro de treino…

24) Trabalhe com o que ama

Com certeza essa não é uma tarefa tão simples, mas com certeza é uma das mais valiosas. Fazer aquilo que gosta te ajuda a se sentir realizado e o reflexo disso pode ser visto em várias outras áreas da vida. 

Se dedique à carreira, mas não esqueça que carreira passa, a família fica. Ainda que não tenha o trabalho dos sonhos, não permaneça na zona de conforto, busque aquilo que deseja.

25) Se puder, vá ao psicólogo

Não, terapia não é só para quem passou por um trauma, quem tem depressão, para crianças com pais separados ou qualquer outro caso que você acredite se aplicar. Todos temos nossos conflitos, pontos a melhorar, a compartilhar. Experimente e pode se surpreender com o quão bem pode se sentir.

26) Encontre propósito na sua vida

Esse conselho, ao mesmo tempo que é tão simples, é muito complexo. Ao encontrar algo pelo qual vale a pena viver e acordar todos os dias você terá tudo que precisa para buscar a felicidade e consequentemente uma vida saudável.

27) Se permita “sair da vida saudável” às vezes (mas só às vezes)

É claro que ninguém é uma máquina, somos humanos, com desejos e necessidades humanas. Então, também não se prive de alguns prazeres da vida, mas tenha bom senso, ele com certeza vai te guiar pelo melhor caminho.

28) Ah, e não se esqueça do protetor solar!




Dieta para Colesterol LDL Alto – Alimentos e Dicas

Quando você tentou atacar a porção de batatas fritas, pediu o sanduíche com bacon ou escolheu no cardápio o fettucine à parisien...