segunda-feira, 18 de janeiro de 2016

Comida Vegana – O que é, Benefícios e Alimentos

comida vegana

Comida VeganaComida Vegana – O que é, Benefícios e Alimentos A alimentação é, antes de tudo, um estilo de vida, e como tal, faz parte de nossas escolhas pessoais. Ao adotarmos alguns estilos “alternativos”, muitas vezes passaremos a receber as rotulações que esses estilos carregam.


Aqueles que não comem carne são vegetarianos, mas, muito além disso, há os veganos, que escolheram, por princípios, não deixar somente a carne fora de sua alimentação, como também, tudo que submete animais ao confinamento e maus tratos. 

Isso inclui roupas, sapatos e bolsas de couro, produtos de lã, maquiagens e perfumes testados em animais, e por aí vai.
Vamos entender que todo vegano é vegetariano, mas, nem todo vegetariano é vegano!

Quando carnes, leite e derivados, ovos, e até mesmo mel estão fora da alimentação, nos parece difícil entender como eles se alimentam, mas, certamente, é um padrão que poderia passar a fazer parte do nosso dia a dia. 

Antes de torcer o nariz diante da novidade, vamos conhecer melhor a comida vegana, e ver como ela pode ser extremamente saudável e saborosa!

O que é a comida vegana?

Uma dieta vegana inclui todos os tipos de grãos, leguminosas (feijões, ervilhas, lentilhas), verduras, frutas, legumes e as incontáveis receitas desenvolvidas a partir disso tudo.

Atualmente, a comida vegana se diversificou, produzindo sorvetes, queijos, maionese e outros tantos alimentos, sem nenhum vestígio de origem animal.

A maioria dos pães são consumidos pelos veganos, assim como o tofu, que permite uma série de receitas, e vários outros produtos derivados da soja, e etc.

Evidentemente, fica sempre uma ou outra dúvida em relação à exclusão total de proteína animal na dieta vegana. Dá pra fazer substituições nesse sentido?

O que usar como substituto dos ovos?

A carne conseguimos substituir por proteína texturizada de soja. Quanto ao leite, também temos a possibilidade do leite de soja, leite de castanhas, etc, mas, os ovos são mais difíceis de serem substituídos.

É importante saber qual a função dos ovos na receita. Em alguns casos eles servem para dar liga, em outros para pincelar, em bolos dão consistência e volume.

Linhaça

Caso seja para dar liga, a linhaça hidratada cumprirá bem esse papel. Após a hidratação ela se parecerá com a clara do ovo. Em um copo comum, coloque três colheres de sobremesa de água com uma colher de sobremesa de linhaça triturada.

Aguarde até que hidrate, isso levará entre 10 a 15 minutos. Essa porção equivale à clara de um ovo. Utilize em substituição às claras nas receitas de bolachas, brownies, pães e doces.

Tofu

Fará uma boa substituição em bolos, pães e muffins. Calcule ¼ de xícara de tofu amassado (aproximadamente 30 gramas), em forma de purê, como o equivalente a um ovo.

Vinagre de maçã

Misture 1 colher de chá de vinagre de maçã com 2 colheres de chá de fermento, e 3 colheres de chá de bicarbonato de sódio.

Cada receita dessa equivale a um ovo. Essa indicação é para bolos. Caso a receita original peça muitos ovos, substitua pela da linhaça.

Lecitina de soja

Para fazer o equivalente a um ovo, misture uma colher de sobremesa de lecitina de soja com 1 colher de sobremesa de água.

O que usar para substituir a manteiga?

Vamos passar uma sugestão de manteiga de milho. Muito saborosa e saudável.

Ingredientes
1 xícara de farinha de milho pré-cozida;
3 xícaras de água;
1 colher de café de sal;
½ xícara de azeite;

Preparo
Leve ao fogo a farinha de milho com a água e o sal. Mexa sem parar, por aproximadamente 5 minutos. A seguir, leve ao liquidificador e bata com o óleo até homogeneizar completamente. 

Essa “manteiga” de milho deverá ser mantida em geladeira. Utilize normalmente, em substituição à manteiga comum, sobre torradas, pães, etc.

Benefícios da comida vegana

Ajuda a emagrecer

Rica em fibras e pobre em gordura, a dieta vegana é uma excelente aliada no emagrecimento. Esse é um dos benefícios que cativa muitas pessoas.

Menos propensão a doenças crônicas

A isenção de gordura animal evita os malefícios da obesidade, colesterol, hipertensão, diabetes, e doenças degenerativas.

Menor consumo de toxinas

A grande maioria das toxinas que ingerimos são de origem animal, portanto, nesse caso, essa ingestão cai drasticamente.

Ótima para o sistema digestivo

As fibras fazem parte regularmente da cozinha vegana, e são elas extremamente importantes para a boa saúde do estômago e intestino. Além do mais, as carnes provocam maior lentidão à nossa digestão.

Ótima para o sistema imunológico

As vitaminas provenientes das frutas e legumes ajudam a fortalecer nosso sistema imunológico, nos tornando menos propensos às doenças oportunistas.

Menos propensão a colesterol ruim

Os alimentos veganos não aumentam o colesterol ruim, por serem de origem vegetal.

Antioxidantes

Todos os alimentos naturais nos fornecem boas quantidades de antioxidantes, que são importantes para evitar o Mal de Parkinson e Alzheimer.

Dieta detox natural

Com menos gordura e mais fibras, propicia uma excelente dexintoxicação.

Menores chances de intoxicação e alergias
G
eralmente, esses problemas são mais comuns em quem ingere carne, leite e ovos.

Principais alimentos veganos

Ao contrário do que muitos imaginam, a comida vegana não tem nada de monótono. É leve, colorida e saborosa. Alguns alimentos fazem parte da dieta vegana com mais frequência. São eles:

Tofu

Bastante conhecido e utilizado, o tofu é basicamente proteína e cálcio. Por seu sabor neutro, permite seu uso em incontáveis pratos, tanto doces, quanto salgados. É um coringa da cozinha vegana, entrando como substituto de leite e derivados, e até mesmo ovos, como já vimos anteriormente.

PTS

A proteína texturizada de soja é outra fonte de proteína, ferro, cálcio, zinco e também fibras. Seu preparo é simples, bastando hidratá-la com água quente por 15 minutos, e a seguir, utilizá-la em substituição à carne.

Leguminosas

Também fonte de proteínas, fibras e minerais. São elas: feijões, lentilhas, tremoços, grão de bico, etc. Os veganos fazem pratos incríveis a partir desses grãos.

Frutas e verduras

Todos sabemos que legumes, verduras e frutas são extremamente saudáveis, e devem fazer parte não somente da dieta vegana, mas, de todos. São fonte de vitaminas, minerais e fibras.

Cereais

Os cereais integrais fornecem os carboidratos e fibras. Vamos encontrá-los no arroz integral, na aveia, etc.

Quinoa

É uma semente muito rica nutricionalmente, nos dando proteínas essenciais, fibras, ferro, magnésio, entre outros minerais. Não contém glúten, portanto, sua digestibilidade é mais simples.

Seitan

Não muito conhecido por aqui, porém, já facilmente encontrado em lojas de produtos vegetarianos e veganos. O seitan é feito à base de glúten, e quando cozido, adquire textura e aspecto de carne. Veja uma sugestão de receita no final desse artigo.

Leite vegetal

O mais conhecido dos leites vegetais seguramente é o de soja, mas, também teremos facilidade em encontrar leite de aveia, amêndoas, etc. São uma ótima opção, inclusive aos não veganos, e aos intolerantes à lactose. Nesse segmento de substitutos lácteos, encontraremos também iogurtes, margarinas, queijos, etc.

Hambúrguer

Os hambúrgueres vegetais de soja são gostosos, fabricados pelas mesmas indústrias que nos oferecem o hambúrguer de carne e frango, bem temperados, e não deixam nada a desejar aos tradicionais.

Salsichas
Não será necessário abrir mão do cachorro quente, pois existem salsichas vegetais, à base de soja, encontradas facilmente, em grandes redes de hipermercados, inclusive.

Como preparar Seitan em casa
Assista a esse vídeo e veja se o Seitan não fica igualzinho a carne. É uma receita bastante simples e econômica, e certamente vai agradar, principalmente aos que estão abandonando os produtos de origem animal há pouco tempo. O Seitan não deverá ser utilizado por pessoas com intolerância ao glúten (os celíacos), pois é essa exatamente a sua base.


Considerações finais

É fácil aderir à comida vegana?

Muitos tentam, alguns conseguem. É mais fácil começar pelo vegetarianismo, e aos poucos, ir migrando para o veganismo, abandonando gradativamente os derivados do leite e os ovos.

Geralmente, os veganos iniciantes já têm uma predileção por esse tipo de alimentos. Aqueles que entram somente por modismo, desistem rapidamente. Veganismo não é somente alimentação, mas, uma filosofia de vida.

Comida Vegana Comida Vegana

Dieta para Colesterol LDL Alto – Alimentos e Dicas

Quando você tentou atacar a porção de batatas fritas, pediu o sanduíche com bacon ou escolheu no cardápio o fettucine à parisien...