quarta-feira, 27 de janeiro de 2016

Dieta Detox – 15 Perigos e Como Prevenir

Dieta Detox

Dieta DetoxDieta Detox tem sido adotada por diversas pessoas com finalidades distintas. Muitos acreditam que a o método pode reduzir os efeitos da alimentação irregular do fim de semana, outras acreditam que poderão reduzir significativamente o percentual de gordura, para que sua hipertrofia seja destacada… O fato é que a adoção de uma dieta restrita pode oferecer diversos riscos que podem ser maiores que os benefícios.


A dieta não só pode se tornar um risco, mas sua adoção a longo prazo e sem recomendações pode resultar em consequências impensáveis e prejuízos à sua saúde.

É necessário reconhecer que um corpo saudável pode resistir a processos de mudanças físicas, já organismos com desequilíbrios de dietas não fundamentadas podem reagir de forma negativa às metodologias, e assim deixando você mais vulnerável e com a imunidade baixa.

A seguir você poderá avaliar os possíveis riscos de uma dieta detox, e assim identificará erros comumente cometidos para na próxima oportunidade poderá corrigi-los.

1. Necessidades individuais

Diversas pessoas adotam a dieta detox sem qualquer embasamento e sem conhecer fundamentos comprovados.

É importante reconhecer que cada indivíduo possui características particulares, e seus corpos podem reagir de formas adversas. Deve-se avaliar quais as necessidades do seu corpo e como ele reage diante de determinadas escolhas.

Não busque parâmetros pelas reações corporais de outras pessoas, atente para a reação particular de seu corpo diante da metodologia escolhida para o emagrecimento eficaz.

2. Carência de vitaminas

Mais importante que as medidas de seu corpo são seu condicionamento físico e sua saúde. Você deve priorizar seu bem estar, evite escolhas que levem a sacrifícios prejudiciais ao funcionamento de seu organismo e não prolongue o processo de restrição por mais de uma semana.

Alimentações limitadíssimas podem resultar em carência de nutrientes fundamentais para seu corpo reagir diante de situações adversas.

Lembre-se de que você está exposto a diversos riscos prováveis diante de um método adotado com incertezas.

A falta de determinadas vitaminas pode ocasionar fraquezas, desmaios, dores de cabeça e até problemas na visão.

O desequilíbrio de vitaminas ocasiona a baixa imunidade, o que expõe o corpo a infecções e reações impensáveis.

3. Perda de massa muscular e exercícios físicos

As gorduras são utilizadas como fonte energética, e se você mantiver o baixo fornecimento delas, seu organismo reconhecerá a falta de gorduras e elas não mais serão queimadas e transformadas em energia.

Isso levará seu corpo ao estado catabólico, onde seus músculos serão transformados em energia, o que reduzirá sua massa magra e preservará as células gordas.

Você pode afirmar que a perda de músculos não é uma consequência negativa, já que você não objetiva volume muscular, mas a presença de músculos é fundamental para um metabolismo basal ativo e eficiente para a queima de gorduras.

Previna-se e proporcione melhor qualidade para seus músculos com a ingestão de proteínas e aminoácidos essenciais.
Atenção para as atividades físicas, busque orientação de um educador físico e exponha sua alimentação.

É importante que você não exceda seus limites nos exercícios físicos, pois seu corpo estará com deficiência de nutrientes fundamentais para sua resistência e condicionamento físico. Escolha atividades de baixa intensidade e busque os benefícios dos exercícios cardiovasculares.

4. Desequilíbrios cardíacos

A baixa ingestão de calorias numa dieta detox pode influenciar de forma negativa na frequência cardíaca de seu coração.

A alimentação limitada leva ao desequilíbrio de eletrólitos, os quais são responsáveis para o funcionamento do sistema nervoso e muscular do organismo.

É importante conhecer o seu funcionamento cardíaco, para que reconheça qualquer reação incomum, e assim possa evitar possíveis arritmias.

Para prevenir, você deve buscar alimentar-se com alimentos ricos em potássio, como batatas e banana. Alimentos ricos em cálcio também podem ajudar, como couve, brócolis, além de alimentos integrais e dosagens limitadas de Sódio.

5. Queda de cabelos

O desequilíbrio e falta de nutrientes podem ser identificados também a partir da queda de cabelos.

Uma dieta detox incorreta pode oferecer consequências ao seu cabelo, deixá-lo vulnerável, fraco, sem hidratação e nutrientes e assim reduzir brilho, resistência, o ciclo de crescimento pode ser retardado e assim paralisará a substituição por novos fios.

Você deve alimentar-se com alimentos benéficos à saúde dos cabelos, como leite e derivados, arroz, soja, frutos do mar, feijão e até lentilhas.

6. Alterações de humor

O baixo consumo de carboidratos e açúcar resultam em oscilações repentinas de humor. A redução de porções nas refeições pode ocasionar momentos de irritabilidade e até ansiedade.

A dieta detox pode levar a momentos depressivos, a falta de nutrientes também pode induzir à melancolia e redução de energias.

Se mantidas por um longo prazo, essas dietas em alguns momentos podem perder a eficiência, bloqueando o processo de emagrecimento, o que pode gerar desmotivação e mesmo com a continuidade das restrições alimentares.

7. Desconfortos abdominais e fluxo intestinal irregular

Diversas versões da dieta detox consistem na alimentação restrita a alimentos líquidos. A adoção dessas dietas pode ocasionar deficiências de vitaminas e nutrientes fundamentais para o trânsito intestinal equilibrado.

Todos nós sabemos que o objetivo da dieta detox é proporcionar a eliminação efetiva de toxinas dispensáveis ao corpo, mas a rígida aplicação da dieta pode ocasionar na eliminação excessiva dos nutrientes ingeridos e resultando nos desconfortos intestinais e redução dos revestimentos intestinais.

A disfunção intestinal pode resultar em constantes diarreias e na má absorção dos nutrientes dos alimentos. O fluxo intestinal pode se manter regular com o acréscimo de diversos alimentos em suas refeições, como o pão, sucos e chás.

8. Ineficiência do sistema imunológico

Com a redução de vitaminas e nutrientes fundamentais numa dieta detox equivocada, seu corpo estará exposto aos riscos e propenso a reagir de forma negativa a interferências externas.

Mudanças drásticas de temperaturas, impurezas e condições adversas são oportunidades para gripes e contaminações de bactérias e infecções.

Você pode fortalecer seu sistema imunológico consumindo vegetais verde escuros, frutas cítricas, cereais integrais, tomate, castanho do pará e até cogumelos.

9. Beleza e saúde da pele

Não só o aspecto da pele, mas a saúde dos tecidos pode estar comprometida com a adoção de uma dieta detox incorreta. A restrição de alimentos pode deixar a pele com textura ressecada e sem hidratação.

A escassez de nutrientes, assim como prejudiciais à saúde dos cabelos, pode resultar no surgimento excessivo de acnes e a falta de vitaminas ainda pode ser detectada pela variação do tom de cor da pele.

Busque sempre inserir alimentos com vitaminas A e E, assim, você pode auxiliar na manutenção de alguns nutrientes fundamentais para a saúde e aspecto positivo de sua pele.

10. Deficiências nutricionais e anemia

Uma dieta detox a longo prazo pode ocasionar desequilíbrios de nutrientes que podem resultar em uma anemia.

O Ferro é fundamental para o funcionamento correto de seu organismo, e a carência dele poderá levar à queda de glóbulos vermelhos gerando malefícios ao sistema sanguíneo.

Você pode se prevenir consumindo alimentos ricos em Ferro ou evitando a ingestão de alimentos que absorvam esse nutriente.

Você pode consumir a carne vermelha magra, além dela ser uma fonte ideal de Ferro, ainda poderá contribuir com valores significativos de proteínas para seus músculos, assim reduzindo também a probabilidade de catabolismo.

11. Cálculo biliar

Consiste na formação de depósitos duros como se fossem pedras dentro da vesícula biliar. Seus tamanhos podem variar de pequenos grãos a proporções maiores. Formam-se em longos períodos sem alimentação e durante jejum.

Essas pedras podem se formar como reação a uma rápida perda de peso e desintoxicação, assim, o corpo reage à carência de alimentos, levando à produção de bílis e excreção de colesterol adicional.
F
uja do sedentarismo, faça atividades físicas para evitar o surgimento dessas pedras, além de atentar para os níveis de glicose, assim evitando o surgimento de diabetes.

12. Dieta detox sem orientação

A adoção de dietas sem orientação médica é um erro comum que pode oferecer diversas consequências negativas ao seu corpo.

Priorize seu bem-estar e qualidade de vida, busque orientação e esclareça seus objetivos. Um profissional da saúde orientará para uma reeducação alimentar condizente com o funcionamento particular de seu organismo, e assim, os resultados serão avaliados periodicamente para reconhecer as reações e evoluções.

Se você possuir orientação médica, seu organismo poderá ser desintoxicado e então revitalizado, permitindo seguir para próximas etapas de emagrecimento de forma segura e reagindo positivamente às mudanças de hábitos.

13. Substâncias antioxidantes

É importante que você consuma alimentos que proporcionem efeito antioxidante, para que haja um suporte ao envelhecimento das células.

Esses alimentos reagirão contra os radicais livres, que proporcionam esse envelhecimento. Busque alimentar-se com aveia, linhaça, frutas cítricas e vermelhas.

Escolha peixes, mamão, abacaxi, melão, tomate, laranja, arroz e até azeite de oliva.

Não podemos afirmar qualquer quantidade de alimentos para evitar a ação dos radicais livres, a oxidação dos nutrientes pode variar de pessoa para pessoa, pois é consequência de nervosismo, estresse, sedentarismo, doenças específicas e até exposição ao sol sem proteção.

14. Baixo consumo de água

A água não reduzirá a deficiência de nutrientes em seu organismo, mas é fundamental que você reconheça que seu corpo estará mais vulnerável e mantê-lo hidratado é uma forma de proporcionar um pouco de segurança.

onsuma pelo menos 2,5 litros de água por dia, isso sim poderá auxiliar na regulação de seu intestino, proporcionará a eliminação efetiva de toxinas dispensáveis e ainda manterá o seu metabolismo basal ativo. Isso será positivo para uma perda de peso correta.

Não limite drasticamente sua alimentação, apenas incorpore a ingestão da água nos momentos certos. Ela é um termogênico eficiente que poderá otimizar a sua queima de gorduras.

15. Efeito sanfona

Os quilos a mais podem se tornar um perigo para a sua saúde. Atente para as interrupções da dieta detox.

Diversas pessoas adotam a dieta, mas interrompem o processo e então iniciam uma alimentação irregular drasticamente.

A volta da alimentação incorreta pode acarretar o ganho de peso repentino, pois seu corpo estava adaptado com o baixo consumo de calorias.

Evite o ganho de peso excessivo, se você desejar interromper a dieta busque adaptar-se gradativamente à alimentação saudável, e assim conquistar um equilíbrio cont

Dieta para Colesterol LDL Alto – Alimentos e Dicas

Quando você tentou atacar a porção de batatas fritas, pediu o sanduíche com bacon ou escolheu no cardápio o fettucine à parisien...