quarta-feira, 10 de fevereiro de 2016

Dicas Para Uma Dieta Sem Carne

Vegan: comidas

DicasDicas Para Uma Dieta Sem Carne: Independente dos objetivos das pessoas, as proteínas sempre devem ser consumidas regularmente para manter os músculos nutridos para o ganho de massa magra ou redução de percentual de gordura.

Sabemos que fazer dieta não é uma tarefa fácil, as restrições muitas vezes se tornam ainda mais difíceis quando não possuímos alternativas para substituições.

Uma das dietas mais populares atualmente é a dieta das proteínas, a qual restringe o consumo de carboidratos e baseia a alimentação basicamente em alimentos de fontes proteicas.

A dieta sem carne pode favorecer sua saúde de forma diferenciada, pois acredite, seu corpo poderá se comportar de uma forma melhor e longe dos efeitos colaterais que o consumo de carne pode proporcionar ao seu organismo.

Todos estamos preparados para consumir bastante salada e dosar o consumo de carboidratos, mas eliminar a carne do cardápio pode ser uma das tarefas mais difíceis.

A partir de agora, você entenderá como se planejar para uma dieta sem carne a ainda assim manter seu corpo nutrido com diversas alternativas de proteínas.

Objetivo

O objetivo central de uma alimentação sem carne é reduzir peso e restringir o consumo de alimentos de origem animal. Dessa forma, a dieta já deve ser iniciada com o objetivo de evitar o consumo de carnes vermelhas, carnes de frango, porco e peixes.

O segundo objetivo é restringir a ingestão de carboidratos. O consumo deve ser limitado e é fundamental que você opte pelos carboidratos complexos. 

Mantenha-se distante dos carboidratos simples, principalmente doces e frituras.

Ao conhecer os fundamentos da dieta sem carne, a reflexão mais comum diante de tanta restrição é: O que é permitido comer? Nós esclareceremos dúvidas e analisaremos alternativas para você se manter nutrido e motivado para emagrecer saudável.

Nutricionistas afirmam que, se você não sabe qual a quantidade diária ideal de proteínas para ingestão, basta multiplicar o seu peso em quilos por 0,6 a 1,0.

Aminoácidos

Você pode acreditar que sua nutrição estará em risco, mas você pode obter proteínas não só em alimentos de origem animal, muito pelo contrário.

Os demais alimentos proteicos ainda contribuirão com quantidades significativas de aminoácidos, eles são fundamentais para a construção das proteínas, dessa forma você poderá desfrutar melhor de uma alimentação sem carne para sua construção muscular.

Beneficios de uma dieta sem carne

Ajuda no controle de hipertensão;

Melhor controle de colesterol;

Comer carne pode endurecer os vasos sanguíneos, então ao retirá-las de suas refeições, você poderá contar com uma circulação sanguínea muito mais eficiente e saudável. 

A carnitina contida na carne pode também entupir as artérias, além de se converter posteriormente em uma substância prejudicial ao coração;

O preparo de carnes pode aumentar os níveis de toxinas, como nitrosaminas. A carbonização pode resultar posteriormente em câncer no estômago;

Ao excluir a carne de suas refeições, você estará ingerindo menos conservantes e aditivos;

Ao excluir a carne de suas refeições, você estará reduzindo as possibilidades de contrair diabetes tipo 2;

O excesso de Ferro contido na carne aumenta a probabilidade de Alzheimer, ao reduzir o consumo desse alimento você estará reduzindo a possibilidade de ocorrência da doença;

Ao reduzir o consumo de carne, você estará reduzindo a ingestão de hormônios prejudiciais, o que reduz a probabilidade de contrair câncer de mama e tumores específicos;

Dica 1: Nozes

Nozes são fontes ricas de proteínas, elas são ricas em diversos nutrientes, mas o seu consumo deve ser muito dosado, pois elas possuem alta quantidade de calorias. Você pode consumir nozes, castanha de caju, avelãs e muito mais.

Dica 2: Sementes

As sementes são alternativas muito ricas de proteínas para uma dieta sem carne. Elas possuem gorduras insaturadas que podem ser benéficas ao seu organismo. Os fitoquímicos contribuem para efeito preventivo contra câncer e doenças cardíacas. Você pode adicionar as sementes em saladas e bebidas.

-Gergelim

-Sementes de abóbora

-Sementes de girassol

-Linhaça

Dica 3: Leguminosas

Assemelham-se à soja, pois possuem quantidades significativas de proteínas, ferro e fibras. Uma xícara desses grãos pode conter em média 15 gramas de proteínas. Você pode adicionar as leguminosas em sopas, saladas, molhos, omeletes e até fazer sanduíches e salgadinhos.

-Grão-de-bico

-Feijão

-Lentilhas

-Ervilhas

Dica 4: Espinafre

Não pense que apenas carnes são fontes ricas de proteínas. Você pode não concordar com a inserção do espinafre em sua dieta sem carne, mas saiba que ele é muito beneficio para a saúde, não só pelas proteínas, mas pode oferecer vitamina A e diversas fibras.

Dica 5: Quinoa

Ela é livre de glúten e pode contribuir com quantidades significativas de proteínas. Uma porção de Quinoa pode conter até 7 gramas de proteínas, as quais podem ser somadas a uma refeição com mais alimentos proteicos.

Dica 6: Soja

A soja se torna uma das queridinhas em uma dieta sem carne. Ela é uma das fontes mais ricas de proteínas e podem ser utilizadas em diversas receitas.
Por que não se deliciar com hambúrgueres de soja? 

Afirma-se que o tofu conta com nada menos que 20 gramas de proteínas em meia xícara, a soja contém 14 gramas, então por que não acrescentá-la em suas saladas, sanduíches e sucos?

Apenas é recomendável atentar para o uso excessivo de soja, pois estudos afirmam que pode se tornar prejudicial à saúde, caso o consumo seja contínuo e a longo prazo.

Dica 7: Suplementos

Você possui uma gama de opções para substituir a suplementação de proteínas através dos alimentos, mas se acreditar que isso ainda não é o suficiente, você pode apostar em suplementos alimentares que são capazes de intensificar a sua reposição proteica e favorecer ainda mais o seu processo de reconstrução e crescimento muscular.

Dica 8: Faça sucos e smoothies

Você pode até aceitar as indicações de alimentos com quantidades significativas de proteínas, mas em um certo momento pode-se enjoar dos mesmos pratos e desejar degustar sabores diferentes. Você pode utilizar os grãos e cereais para preparar deliciosas bebidas refrescantes que podem ser motivadoras para sua dieta sem carne.

Dica 9: Ovos

Os ovos são os favoritos de dietas de atletas e praticantes de exercícios físicos. Eles podem ser incorporados nas refeições principais e também nas intermediárias. O consumo do alimento deve ser dosado, principalmente quando falamos sobre a gema.

Dica 10: Iogurte Grego

Esse iogurte tornou-se muito popular entre os adeptos de dietas. Ele oferece quantidade significativa de proteínas, se comparado às versões tradicionais. Voce pode acrescentá-los em saladas, sobremesas e lanches. Ele também pode ser a alternativa perfeita para você não deixar de fazer suas refeições quando estiver fora de casa.
Dica 11: Não exagere nos carboidratos

Muitas pessoas acabam exagerando nas dosagens diárias de carboidratos. É importante refletir e não transferir a restrição de consumo de proteínas para o consumo de carboidratos

É importante buscar o equilíbrio na alimentação para não resultar em consequências à sua saúde ou em ganho de peso, que é o oposto do objetivo da dieta sem carne.

Dica 12: Faça um planejamento

Antes de iniciar a dieta sem carne, é fundamental que você faça um planejamento e se organize para refletir sobre as possíveis refeições que você poderá preparar daí em diante. 

Se você não se planejar e ainda assim insistir em iniciar essa dieta, pode ocorrer erros e desmotivação antes mesmo que você imagina.

Dieta para Colesterol LDL Alto – Alimentos e Dicas

Quando você tentou atacar a porção de batatas fritas, pediu o sanduíche com bacon ou escolheu no cardápio o fettucine à parisien...