sexta-feira, 12 de fevereiro de 2016

Coisas Que Você Precisa Saber Antes de Comprar Seu Tênis de Corrida

Coisas

CoisasCoisas Que Você Precisa Saber Antes de Comprar Seu Tênis: Quando se trata de criar uma rotina de corrida saudável, escolher o tênis correto é tão importante quanto organizar a sua rotina de treino. Mas como escolher o par ideal para você? Pode ter certeza que é muito mais fácil falar do que fazer.

Isso acontece quando alguém entra em uma loja de tênis e se depara com uma parede infinita, repleta com tênis de diferentes estilos e cores.

Por isso, veja neste artigo algumas dicas de especialistas para saber como encontrar o melhor tênis de corrida antes de começar a se aventurar nesta atividade física.

Primeiro passo na hora de escolher o seu tênis de corrida ideal

Você não precisa ser um atleta profissional para justificar a compra de um par de tênis equipado para suprir as suas necessidades. De acordo com o especialista David McQuade, escolher o sapato ideal pode fazer maravilhas tanto para os iniciantes como para os maratonistas.

Na verdade, é fundamental para a sua saúde física que você use os tênis de corrida que se encaixe e suporte seus pés corretamente.

Toda vez que você colocar o pé no chão enquanto estiver correndo, imagine que o seu peso é três vezes maior do que realmente é, porque isso é o que acontece devido à quantidade de força que você está gerando quando está correndo, não importa quão rápido ou lento está indo.

Sem o calçado adequado para ajudar a absorver um pouco da sua exposição repetida com a mesma quantidade de força, ao longo do tempo se torna mais provável que você se lesione.

Com isso em mente, aqui estão sete coisas para pensar quando for comprar seu próximo tênis.

1. O seu atual nível de condicionamento físico – e suas aspirações futuras

As duas primeiras perguntas que você deve se fazer são: “Você está treinando para alguma coisa?” e “ Para qual distância você está treinando?”.

Mesmo que a resposta para ambas as perguntas seja “nada ou não”, é importante entender como você já usou os seus sapatos no passado e como que você pretende usá-los no futuro.

“Como por exemplo, um novo corredor – alguém que acabou de fazer seus primeiros 5 quilômetros ou que está se preparando para fazer a sua primeira meia-maratona – às vezes quer ir com algo que tem um pouco mais de proteção só porque ainda está descobrindo sua forma e quer minimizar o risco de lesões”, disse.

As pessoas que estão treinando por cerca de 15 ou 30 quilômetros por semana são consideradas corredores de baixa quilometragem, os de 15 ou 60 quilômetros de treinamento, que estão se preparando para meias-maratonas e similares são considerados corredores de média quilometragem, e aqueles que estão treinando por mais de 60 quilômetros por semana são considerados corredores de alta quilometragem.

A quantidade de amortecimento, estabilidade e durabilidade do seu desempenho depende da categoria em que você está.

2. Quais lesões que você já sofreu no passado podem afetar a sua experiência na corrida? 

Duas perguntas mais importantes: “Você atualmente está lesionado? ” e “Você tem um histórico de lesões?”

O tipo de lesão que você tem pode ajudar a determinar se o tênis de corrida que usa está relacionado com o problema, e como um novo par pode corrigir isso. Se ainda está passando por um processo de recuperação, um especialista pode recomendar algo que seja mais favorável.

“Se você tem uma antiga lesão, não vai querer errar e sim ter cautela”, disse McQuade. “É sempre melhor escolher um sapato que tenha um pouco mais de estrutura e um pouco mais de amortecimento.”

3. A sua pisada conforme corre

De acordo a McQuade, entender o seu estilo de pisada e de corrida é a coisa mais importante que pode fazer quando for comprar novos tênis de corrida.

“A corrida se inicia com os pés, por isso, se você já está com a parte inferior do corpo fora de alinhamento, cada passo é mais uma oportunidade para se machucar”, disse McQuade. “Ter o tipo certo de sapato que está propriamente alinhado com os seus pés realmente te coloca na direção certa para uma treino saudável.”

Algumas lojas destinadas a sapatos esportivos irão fazer uma análise da sua pisada de cortesia, vendo você andar e correr, ambos tanto com os pés descalços como vestindo um par de tênis neutro, para analisar seus pés, tornozelos e postura.

A sua pisada normalmente se divide em três tipos padrões: neutra, pronada e supinada.
  • Neutra: é o estilo de pisada que começa com o pé tocando o solo com a parte externa do calcanhar e rotaciona ligeiramente para dentro.
  • Pronada: pisada que começa com a parte de fora do calcanhar tocando o chão, e em seguida, o pé inicia uma rotação excessiva para dentro.
  • Supinada: quando começa com a parte externa do calcanhar e o pé rotaciona ligeiramente para dentro.

4. Quanto espaço você precisa?

Pode parecer estranho, mas você realmente deve ter certeza que há espaço suficiente sobrando na parte da frente do seu tênis quando for experimentá-lo.
“Quase 90% das pessoas que chegam até a loja para experimentar um novo par de tênis, estão vestindo pares muitos pequenos,” disse McQuade.

“Quando você corre, seus pés incham e expandem, e você quer que eles continuem cômodos dentro do seu tênis. Nunca vai querer que seus dedos ou tornozelo fiquem exprimidos pelo seu sapato.”

5. Crie um plano de corrida para os seus novos tênis

Para evitar dor desnecessária nos seus pés, é importante começar a usar aos poucos o seu novo par de tênis. Qualquer pessoa que já usou pela primeira vez um tênis e correu cerca de 15 quilômetros sabe que ele pode machucar seus pés, inclusive ajudar a formar bolhas, entre outras coisas.

McQuade recomenda que mesmo após adquirir o seu novo tênis, você deve continuar usando os seus mais velhos o máximo possível.

Comece a usar os novos por apenas cerca de 20 a 30% de sua quilometragem semanal, e gradualmente, aumente esse número conforme for eliminando progressivamente o seu antigo par.

6. O que está por baixo do design do tênis

Pode não ser a parte mais exuberante, mas o componente mais importante de um tênis de corrida é a entressola, porque é onde a principal forma de amortecimento e suporte está localizado.

Várias pessoas tendem a prestar atenção apenas na parte externa do tênis, mas essa parte serve apenas para manter o seu pé dentro do sapato. Sim, é a parte divertida e colorida, mas você realmente deve se concentrar na parte que está por trás dela.

Arnold acrescentou que a condição da entressola é muitas vezes o que irá lhe ajudar a saber quando é hora de substituir o seu tênis. Se ver qualquer rachadura ou ruga que se assemelhe a um amendoim esmagado, é hora de substituí-los.

7. Como você deve sentir o seu novo par de tênis 

“O melhor tênis é aquele que serve perfeitamente nos seus pés, lhe dá suporte e amortecimento”, disse McQuade. “Não há apenas um tênis que será o melhor. Há aquele que é o melhor para cada pessoa.” Você prefere sentir o solo ou como se estivesse flutuando por cima dele?

Dieta para Colesterol LDL Alto – Alimentos e Dicas

Quando você tentou atacar a porção de batatas fritas, pediu o sanduíche com bacon ou escolheu no cardápio o fettucine à parisien...