segunda-feira, 22 de fevereiro de 2016


Benefícios
Benefícios Benefícios do Quiabo pode ser surpreendente para algumas pessoas, mas como um alimento altamente nutritivo, são vários os benefícios do quiabo para a nossa saúde. Neste texto abordaremos informações sobre a origem e variedades do quiabo, para que serve, utilidades e propriedades nutricionais a respeito dessa hortaliça de uso tão típica na culinária brasileira. Continue lendo e confira todos os benefícios do quiabo para a saúde.

Origem e variedades de quiabo

O quiabo é o fruto do quiabeiro (Abelmoschus esculentus, família Malvaceae), planta arbustiva natural da Etiópia, que foi introduzida no Brasil pelos escravos africanos. O cultivo de quiabo adaptou-se muito bem às elevadas temperaturas das terras tupiniquins.

Dependendo da variedade, os arbustos podem atingir até 3 metros de altura. Os tipos de quiabeiros presentes no mercado são:
  • Alecrim: planta de porte mediano, de quiabos verde-claros, alongados, arredondados e com curvatura na extremidade;
  • Amarelinho: planta de porte alto com quiabos verde-amarelos. Dentre todas, esta é a variedade cujos frutos apresentam a melhor durabilidade após a colheita;
  • Campinas 1: planta de porte alto com quiabos verdes, longos, polpudos e sem pelos;
  • Campinas 2: planta de porte alto, bastante produtiva, com longos e lisos quiabos verde-escuros;
  • Chifre-de-veado: planta de porte mediano a alto, com longos quiabos verde-claros, lisos e polpudos;
  • Green Velvet: planta bem produtiva com porte mediano. Os quiabos são curtos, polpudos e cor verde intensa;
  • Santa Cruz: planta de porte mediano, quiabos verde-brilhante, polpudos, compridos e lisos. É a variante mais cultivada pelos estados de São Paulo e Rio de Janeiro;
  • White Velvet: planta de porte mediano, com quiabos verde claro e branco, compridos e delgados.

As variedades Campinas 1 e 2 foram desenvolvidas pelo Instituto Agronômico de Campinas (SP). Estas, juntamente com as plantas Chifre-de-veado, são resistentes a uma doença fúngica conhecida como murcha do quiabeiro. Já a Green Velvet, desenvolvida nos Estados Unidos, é mais propensa a contrair tal enfermidade. Na sequência, vamos saber para que serve o quiabo.

Para que serve o quiabo?

O quiabo serve para preparar várias receitas, como o tradicional frango com quiabo da culinária mineira e o baiano caruru (camarão e quiabo). Ele ainda pode acompanhar outros tipos de carne ou ser consumido na forma de saladas e de refogados. Os frutos podem até ser fritos ou assados.

A hortaliça também é comum nas cozinhas de países africanos, orientais e dos Estados Unidos. Ademais, das suas sementes podem ser extraídos um óleo para consumo.

Propriedades do quiabo

100 gramas de quiabo cru fornecem 33 calorias: 7,03g de carboidratos (sendo 3,2 g de fibras), 2 g de proteína e 0,1 g de gorduras.

No quiabo encontramos vitamina K (44%), vitamina C (36%), ácido fólico (22%), tiamina (17%), piridoxina (16,5%), niacina (6%), ácido pantotênico (5%), riboflavina (4,5%) e vitamina E (2,5%). Eles ainda apresentam vitamina A (12,5%) e os carotenoides betacaroteno, zeaxantina e luteína.

Como relação aos minerais, temos o manganês (43%), magnésio (14%), cobre (10%), ferro (10%), fósforo (9%), cálcio (8%), zinco (5,5%) e selênio (1%).
Todas as porcentagens de nutrientes são baseadas em 100 g de quiabo e com o quanto eles conseguem suprir das recomendações diárias para um indivíduo adulto.

Benefícios do quiabo

Veja a seguir como as propriedades do quiabo proporcionam benefícios para saúde e boa forma. Então, para que serve o quiabo afinal?

1. Comer quiabo ajuda você a emagrecer

Os quiabos são hortaliças pouco calóricas que devem ser incluídas no seu plano alimentar para perder peso e ter uma vida mais saudável.

A famosa “baba” do quiabo apresenta uma boa quantidade de mucilagens, fibras que retardam o processo de esvaziamento gástrico e com isso promovem uma sensação de saciedade. Desse modo, você comerá uma menor quantidade de comida ao longo do dia.

Graças a essas fibras, os frutos também são considerados alimentos de baixo índice glicêmico, o que significa dizer que seu consumo não promove picos de glicemia. 

Quando em quantidades elevadas no sangue, apenas uma parte da glicose é armazenada na forma de glicogênio (para ser usado na síntese de energia); o excedente é convertido em gorduras.

2. Os quiabos são bons alimentos para os diabéticos

Uma pesquisa feita com ratos diabéticos, publicada no Journal of Pharmacy & Bioallied Sciences, revelou que o quiabo apresenta efeitos antidiabéticos e antihiperlipidêmicos. No estudo, um dos grupos de animais consumiu o pó de sementes de quiabo; um outro o pó obtido a partir de suas cascas.

Os pós foram administrados por via oral na seguinte dosagem: 100 e 200 mg/Kg. Comparado aos ratos com diabetes do grupo controle, os animais tratados com o pó de quiabo tiveram uma redução em seus níveis de glicemia (ainda mais evidente com o pó de sementes, e, para ambos os casos, na dose de 200 mg/Kg), aumento do nível de HDL (colesterol bom) e redução dos níveis de colesterol total, LDL, VLDL e triglicérides. A hiperlipidemia é uma condição frequente em pacientes diabéticos.

 3. O quiabo ajuda a manter a saúde do sistema cardiovascular

Como já vimos, além de diminuir a absorção de glicose, as fibras do quiabo também promovem o mesmo com relação ao colesterol.

O excesso de colesterol pode levar ao surgimento de placas ateroscleróticas nas artérias, que podem obstruir o fluxo sanguíneo por completo, gerando infartos e acidentes vasculares cerebrais (derrames).

Os benefícios do quiabo para o sistema cardiovascular também decorrem da presença do potássio. O mineral neutraliza os efeitos hipertensivos do sódio no nosso organismo e ainda relaxa os vasos sanguíneos. 

A hipertensão arterial é outro importante fator de risco para as enfermidades que afetam o coração.

4. O quiabo é um aliado do sistema digestivo

O consumo de quiabo também é vantajoso para órgãos como intestino e o fígado. A mucilagem melhora a movimentação do bolo alimentar ao longo do trato gastrintestinal, se liga a toxinas e gorduras e estimula a excreção destas e das fezes como um todo.

Uma pesquisa publicada no Saudi Pharmaceutical Journal mostrou que o extrato alcoólico de quiabo protegeu o fígado de roedores contra a toxicidade do tetracloreto de carbono. 

Os animais que ingeriram previamente esse extrato etanólico, nas doses de 250 e 500 mg/Kg corporal, apresentaram uma redução do nível de enzimas hepáticas, triglicérides, colesterol, malondialdeído (produto da peroxidação lipídica dos hepatócitos) e um aumento das proteínas totais e sulfidrilas não proteicos. Vale destacar que esse efeito hepatoprotetor foi dependente da dosagem.

Os pesquisadores ainda concluíram que esses benefícios do quiabo devem-se à sua importante atividade antioxidante.

5. O quiabo fortalece o sistema Imune

O quiabo possui um grande aporte de agentes antioxidantes, que previnem doenças provocadas pela ação de radicais livres.

Um desses agentes, a vitamina C, também protege o organismo por estimular a produção de leucócitos, uma das principais células de defesa do sistema Imune.

6. O quiabo tem ação anticâncer

Testes in vitro revelaram que uma proteína do quiabo conseguiu inibir a proliferação de células cancerígenas da mama em 63%, sobretudo por estimular a morte celular programada (apoptose). 

Foi constatado que as células tratadas com esta lectina tiveram uma maior expressão de proteínas pró-apoptóticas como a p21, caspase-9 e caspase-3.

Outros estudos indicam que a redução das chances de ocorrência de câncer no cólon é mais um dos benefícios do quiabo.

7. O quiabo ajuda a manter os olhos saudáveis

As quantidades significativas de vitamina A e compostos carotenoides (betacaroteno, zeaxantina e luteína) encontrados no quiabo evitam doenças oftalmológicas.

A ação antioxidante desses nutrientes protege os olhos dos radicais livres, cujos efeitos estão associados à ocorrência de catarata, glaucoma e degeneração macular.

8. O quiabo é bom para os ossos

O quiabo é uma ótima fonte de vitamina K que, além das duas propriedades anti-hemorrágicas, é importante para a saúde dos ossos.

Os osteoblastos, células responsáveis pela formação da matriz óssea, produzem uma proteína não colagenosa denominada de osteocalcina. A carboxilação dessa proteína, que regula a maturação dos ossos, depende da vitamina K.

Estudos indicam que a deficiência de vitamina K parece estar associada com uma diminuição da densidade mineral dos ossos, bem como com os casos de osteoporose.

Acredita-se ainda que a vitamina K possa aumentar a absorção de cálcio pelo intestino e reduzir a excreção do mesmo na urina.

9. O quiabo é fonte de ácido fólico

Há importantes benefícios do quiabo também para as futuras mamãesO ácido fólico, vitamina do complexo B, é essencial para o processo de formação do tubo neural nos fetos. 

Não é à toa que os médicos recomendam que as mulheres façam uma suplementação desta vitamina não só durante a gestação, mas também meses antes de engravidar.

10. O quiabo é bom para a pele e os cabelos

Os benefícios do quiabo também são válidos para a pele e os cabelos. O poder antioxidante da vitamina A protege o maior órgão do corpo humano, amenizando o surgimento de rugas, cicatrizes e acne.

Como relação aos cabelos, a aplicação da “baba” de quiabo nos fios proporciona brilho e funciona como um condicionador para os mesmos.

Observações

Para armazenar o quiabo, use saquinhos de plástico e coloque-os na geladeira (na porção inferior). Os frutos duram até uma semana.

Consuma o quiabo moderadamente. Se você tiver problemas renais ou de vesícula biliar, cogite até em evitar sua ingestão. O fruto possui oxalato de cálcio, que em excesso forma cálculos.

Quando fritos, ou preparados com manteiga/margarina/óleo de banha de porco, se tornam muito calóricos por conta dessas gorduras, que também fazem mal a nosso organismo.

Apesar de todos os benefícios do quiabo, não deixe de tomar suas medicações e/ou suplementos vitamínicos receitados pelo seu médico.

Dieta para Colesterol LDL Alto – Alimentos e Dicas

Quando você tentou atacar a porção de batatas fritas, pediu o sanduíche com bacon ou escolheu no cardápio o fettucine à parisien...