sexta-feira, 31 de julho de 2015

Espinheira Santa Emagrece Mesmo? Suplementos para emagrecer

Espinheira Santa

Em um mundo repleto de remédios para emagrecer com resultados duvidosos e uma série de efeitos colaterais, apelar para uma planta pode não ser uma ideia tão ruim assim. Dentre as dezenas de plantas utilizadas para acelerar o emagrecimento, a espinheira santa é uma das mais conhecidas, e também uma das mais utilizadas.

O fato de ser natural não nos faz garantir, no entanto, que o uso da espinheira santa emagrece, como você mesmo já deve saber.
Confira então se a espinheira santa emagrece mesmo e a melhor maneira de utilizar a planta em sua dieta.

Saiba um pouco mais sobre a Espinheira Santa

Maytenus_ilicifolia
Conhecida popularmente por uma série de diferentes nomes – entre eles salva-vidas, erva cancerosa e espinho-de-Deus -, a espinheira santa é uma erva medicinal utilizada há séculos para tratar males digestivos.
Aliás, o uso da espinheira santa é tão antigo que a denominação “cancerosa” se deve ao uso que os indígenas faziam da erva para combater tumores. Outros usos tradicionais da espinheira santa incluem o tratamento de úlceras, azias e até mesmo como contraceptivo. Esta última é por sinal a propriedade da espinheira santa que a torna uma erva absolutamente proibida para gestantes ou mulheres que estejam tentando engravidar.
Já o nome da planta vem da reputação milagrosa da planta “santa” e da presença de espinhos nas margens de suas folhas.

Para Que Serve?

No uso popular, a espinheira santa é empregada há muito tempo para tratar problemas digestivos e combater a úlcera. E graças às suas propriedades laxantes e diuréticas, a espinheira santa tem sido muito utilizada recentemente como auxiliar do emagrecimento.

Mas a Espinheira Santa Emagrece Mesmo?

São três as propriedades da espinheira santa que podem auxiliar na perda de peso:
– Efeito Laxante
Embora não seja acentuado, o efeito laxante da espinheira santa melhora o funcionamento do intestino e auxilia na eliminação de resíduos da digestão e toxinas acumuladas. Ao combater a prisão de ventre, a espinheira santa emagrece. A planta ajuda a melhorar o aspecto distendido do abdômen, que pode também estar relacionado ao excesso de gases (outra condição melhorada através do uso da planta).
Essa propriedade deve-se à presença de mucilagens, um tipo de fibra que absorve muita água e aumenta em volume em pouco tempo. Podemos dizer que as mucilagens são semelhantes a uma esponja, absorvem água no estômago e intestino e passam a atuar como uma vassoura, acelerando os movimentos intestinais (peristálticos) e removendo os detritos alimentares presos na parede do intestino.
– Ação diurética
A espinheira santa apresenta em sua composição uma boa concentração de triterpenos, terpenos, taninos e flavonoides, compostos que atuam diretamente nos rins, facilitando a eliminação do excesso de líquidos e contribuindo para diminuir o inchaço.
– Melhora na digestão
A espinheira santa melhora o funcionamento do sistema digestivo como um todo, inclusive evitando a formação de gases e fortalecendo a função hepática – lembrando que o fígado é um órgão que deve ser muito bem cuidado por quem está tentando perder peso, já que é ele o maior responsável pela eliminação das toxinas do organismo.
Portanto, pelos efeitos acima, é possível afirmar que a espinheira santa emagrece mesmo, mas esse efeito não está relacionado a um aumento do metabolismo ou da queima de gordura. O efeito da espinheira santa é, na verdade, um auxiliar do processo de emagrecimento, facilitando a eliminação de toxinas e evitando a retenção líquidos.
Só tomar o chá de espinheira santa emagrece? A resposta é negativa, caso o chá não venha acompanhado de uma reeducação alimentar e de uma dieta hipocalórica. Ou seja, ainda que possamos dizer que a espinheira santa funciona mesmo, essa afirmação só é verdadeira se você consumir menos calorias do que seu metabolismo gasta ao longo do dia. Se você ingerir mais do que consegue queimar, o excesso ainda vai ser estocado como gordura, mesmo que você esteja tomando o chá ou cápsulas de espinheira santa para emagrecer.

Outros benefícios da Espinheira Santa

espinheira-santa
A espinheira santa faz jus ao nome, já que são de fato inúmeras as condições que podem ser tratadas com a planta medicinal. Algumas delas:
  • Gastrites, úlceras, azia e dores estomacais;
  • Asma;
  • Ferimentos (a espinheira santa é um ótimo cicatrizante natural);
  • Enfermidades do fígado;
  • Tumores;
  • Melhora a digestão;
  • Possui ação antisséptica.

Contraindicações

Como já vimos, a espinheira santa foi utilizada durante muito tempo pelos índios sul-americanos para evitar a gravidez e induzir o aborto, o que se deve ao fato da planta aumentar as contrações uterinas.
Além de ser proibida para gestantes, a erva também deve ser evitada por mulheres que desejam engravidar, uma vez que a espinheira santa dificulta a implantação do embrião na parede do útero. A espinheira santa também é contraindicada para lactantes, pois seu uso reduz a produção de leite.
Em excesso, o chá de espinheira santa pode causar enjoos e boca seca.

Como Tomar

Você pode encontrar a espinheira santa na forma de cápsulas, tintura ou então como folhas desidratadas. Como nem sempre é possível saber ao certo o que vai dentro de cada cápsula, a dica para quem quer emagrecer é utilizar a planta na forma de chá. Além de mais segura, essa forma de uso também tem a vantagem de aumentar a sua ingestão diária de líquidos.
Para auxiliar no emagrecimento, tome 1 xícara de chá de espinheira santa 1 hora antes de cada refeição. Caso opte pelas cápsulas, a dica é tomar 1 comprimido antes do almoço e outro antes do jantar.

Como Fazer o Chá de Espinheira Santa

chá-espinheira-santa-emagrecer
Coloque uma colher de sobremesa de folhas de espinheira santa em uma xícara de chá. Acrescente água fervente e tampe. Deixe abafar por 5-10 minutos e então coe. Tome sem açúcar e sem adoçante.

Dicas

Para melhores resultados, associe o consumo do chá de espinheira santa com pequenas modificações na sua alimentação diária. Inclua mais alimentos naturais em seu cardápio e reduza gradualmente o consumo de bolos, tortas, bolachas, fast food, frituras e produtos congelados.
Combinar o chá com bons hábitos alimentares poderá não somente auxiliar no seu emagrecimento como também irá garantir que você não corra o risco de recuperar o peso perdido.



Dieta para Colesterol LDL Alto – Alimentos e Dicas

Quando você tentou atacar a porção de batatas fritas, pediu o sanduíche com bacon ou escolheu no cardápio o fettucine à parisien...